Arquivo da categoria ‘Modalidades’

Ginástica Rítmica

Publicado: 16/01/2016 por Cinthia Almeida em Modalidades

Ginastica RitmicaHistória

Ao contrário da ginástica artística, a ginástica rítmica é uma prática recente na história da humanidade, tendo sido criada no início do século 20 como um novo conceito, exclusivo para as mulheres. Inicialmente chamado de ginástica moderna, o esporte nasceu de uma combinação de técnicas de movimentos, terapia respiratória, terapia de relaxamento e dança, entre outros.

As primeiras décadas do século 20 serviram para desenvolver o novo esporte. Em 1952, foi fundada a Liga Internacional de Ginástica Moderna, cujo objetivo era disseminar a modalidade por meio de competições e demonstrações. Mas o movimento de divulgação já vinha ganhando força antes da fundação da liga. Ler sobre a história da Ginástica Rítmica

As provas

A modalidade tem seis competições:
– Exercícios em conjunto
– Corda
– Arco
– Bola
– Maças
– Cinta

Curiosidades

Só quatro nas Olimpíadas
Apesar de a ginástica rítmica contar com cinco materiais para as apresentações (corda, arco, bola, maças e cinta), apenas quatro podem ser escolhidos para a disputa das Olimpíadas. Nos Jogos de Londres-2012, por exemplo, não houve disputas de corda.

Fonte: Brasil 2016

Ginástica de Trampolim

Publicado: 15/01/2016 por Cinthia Almeida em Modalidades

Ginastica de TrampolimHistória

O uso de camas elásticas para execução de exercícios físicos foi transformado em esporte pelo norte-americano George Nissen, que baseou sua invenção na cama elástica usada em circos. Em 1936, George, que era ginasta, construiu um aparelho desmontável e, com ele, percorreu os Estados Unidos organizando torneios esportivos e aproveitando para vender sua invenção.

O que George jamais poderia imaginar era que, cerca de uma década depois, após a Segunda Guerra Mundial, sua invenção, aliada aos exercícios que proporcionava, seria amplamente usada com fins militares pelos exércitos norte-americano, soviético e francês. À época, os exercícios em camas elásticas eram usados para o treinamento de paraquedistas, pilotos de avião e até mesmo astronautas. O aparelho permitia preparar os militares para os loopings que poderiam ocorrer em aviões ou em casos de quedas de aeronaves. O uso das camas elásticas com esse fim continuou por muitos anos e só foi abandonado na década de 1980, com a introdução de simuladores.

Continuar lendo sobre a história da Ginástica de Trampolim

Curiosidades

De meias?
Os atletas da ginástica de trampolim não podem competir descalços. Durante as apresentações, eles devem usar meias ou sapatilhas de ginástica.

infografico ginastica de trampolim

Fonte: Brasil 2016

Ginástica Artística

Publicado: 15/01/2016 por Daniele Santos em Modalidades

Ginastica ArtisticaHistória

A prática de movimentos semelhantes aos realizados hoje na ginástica artística conta com relatos no Egito Antigo. Mas os historiadores apontam a Grécia como o berço da ginástica. A busca pelo corpo perfeito para praticar esportes e para aperfeiçoar o desempenho militar estão na gênese da modalidade.

Durante a Idade Média, após o declínio do Império Romano, o culto ao corpo perdeu força e a ginástica viveu um período de ostracismo, ficando restrita praticamente aos acrobatas. O resgate só se deu no início do século 19, quando, em 1811, o alemão Friedrich Ludwig Christoph Jahn fundou a primeira escola para a prática de ginástica ao ar livre.

Continuar lendo sobre a história da Ginástica Artística

As provas

A ginástica artística engloba várias provas, no masculino e no feminino. São elas:

Masculino
– Solo
– Cavalo com alças
– Argolas
– Salto sobre o cavalo
– Barras paralelas
– Barra fixa

Feminino
– Solo
– Salto sobre o cavalo
– Barras assimétricas
– Trave

Curiosidades

Tradição olímpica
A ginástica é um dos quatro esportes disputados desde a primeira edição das Olimpíadas da Era Moderna, em 1896, em Atenas. Os outros são atletismo, esgrima e natação.

Continuar lendo sobre curiosidades da Ginástica Artística

infografico ginastica artistica

Fonte: Brasil 2016

Hipismo

Publicado: 22/08/2008 por Daniele Santos em Modalidades

Hipismo de SaltoHistória

A ligação entre homem e cavalo é milenar, e o primeiro tratado de que se tem notícia sobre o adestramento de cavalos para fins militares remonta a 1.360 a.C.. Foi elaborado por Kikkulis, hábil adestrador e professor de equitação do antigo reino de Mitanni, localizado em uma região que hoje abriga parte das terras de Turquia, Síria e Iraque.

Apesar de terem sido usados para fins militares por séculos e em diferentes regiões do planeta, os cavalos ganharam posição de destaque nas Olimpíadas da Grécia Antiga. Há relatos de que a famosa corrida de bigas, impulsionadas por quatro cavalos, foi incluída na edição das olimpíadas de 648 a.C.. Saber mais sobre Hipismo de Salto

As provas

A modalidade se divide em:
Hipismo salto;
Hipismo adestramento;
CCE (concurso completo de equitação).

Curiosidades

Terceira idade
O hipismo registra dois dos atletas mais velhos de todos os tempos na disputa dos Jogos Olímpicos. Em 1936, durante as Olimpíadas de Berlim, o austríaco Arthur Von Pongracz tinha 72 anos e 59 dias quando participou das provas. Ele é o segundo atleta mais velho da história olímpica, perdendo apenas para o atirador sueco Oscar Swahn, que tinha 72 anos e 281 dias quando disputou os Jogos da Antuérpia, em 1920. Entre as mulheres, a amazona britânica Lorna Johnstone é, disparada, a mais velha a ter disputado uma Olimpíada. Ela tinha 70 anos e seis dias quando competiu em Munique, em 1972. A segunda mais velha de todos os tempos é a canadense Marjory Saunders, praticante do tiro com arco, que, também em Munique-1972, competiu aos 59 anos e 184 dias. Saber mais sobre curiosidades do Hipismo de Salto

Infografico Hipismo de Salto

Fonte: Brasil 2016

Wrestling

Publicado: 21/08/2008 por Daniele Santos em Modalidades

Vôlei

Publicado: 21/08/2008 por Daniele Santos em Modalidades

Vela

Publicado: 21/08/2008 por Daniele Santos em Modalidades