Conto de Natal: A árvore

Publicado: 25/12/2014 por Cinthia Almeida em Crônicas e Artigos

ArvoreMinha infância foi muito humilde, vivi sempre com o básico para manter a barriga cheia e até mesmo o básico, muitas vezes faltou. Ter apenas arroz e feijão ou até mesmo só o arroz, era uma realidade que se misturava ao logo dos meses em minha vida.

Quando chegava a época do Natal, minha mãe pegava o dinheiro que juntava ao longo do ano para nos levar até o Brás, região onde se vende roupas a preços bem acessíveis, para fazer as compras de fim de ano, que geralmente eram dois pares de roupas, para as festas, e algumas outras coisas.

Na TV sempre mostrou o Natal perfeito, cheio de gente em volta de uma mesa cheia de comida, e claro, a estrela da noite, a árvore de Natal, cheia de presentes que eram sempre colocados enquanto as crianças dormiam e no dia 25, como que por encanto, as crianças viam as caixas e logo corriam para abri-las.

Meu Natal sempre foi simples, tenho uma família pequena: minha mãe, meu irmão mais velho e eu. Sempre teve a ceia, com o que tínhamos. O detalhe do meu Natal, sempre foi a árvore. Não me recordo de ter uma árvore antes dos meus 16 anos. Minha mãe tinha uma de papel, que ela guardava com todo cuidado e quando chegava dezembro ela montava e deixava em cima da estante.

Não me recordo ao certo, mas teve um ano que minha mãe conseguiu comprar um pisca-pisca para colocar na árvore, isso deu vida para ela, foi quase que uma celebração para a gente! Imagina, um pisca-pisca!

Quando eu fiz 16 anos (1999), tratei logo de arranjar um emprego para ajudar em casa e também, começar a fazer planos para a minha vida. Fiz aniversário em novembro e no mesmo mês eu arrumei o emprego. No mês de dezembro deste mesmo ano, tive direito ao 13º terceiro, proporcional claro, e quando vi o dinheiro, a primeira coisa que pensei foi: Vou comprar uma árvore e enfeites!

E assim eu fiz! Comprei minha primeira árvore de Natal! Tive um prazer tão grande de montar e colocar os enfeites, que até hoje falo dela com muito carinho, foi o meu primeiro Natal feliz. Eu montei nos anos seguintes e em um deles, minha mãe teve a ideia de colocar caixas vazia embrulhadas para fingir que eram presentes. A gente não tinha condições de comprar presentes de verdade, mas ficaria mais bonita com os enfeites em forma de caixas de presente.

Com 20 anos, decidi que ia estudar, fazer faculdade e para isso eu precisaria de um emprego que me pagasse mais, já que não teria como contar com a minha família que também recebia tão pouco quanto eu e já bancava as despesas da casa.

Foi então que, em 2004, arrumei meu segundo emprego e já com tudo encaminhado, decidi que em o Natal de 2005 os presentes seriam de verdade, não ia ter uma caixa falsa se quer. E assim aconteceu! Nossa árvore tinha pra mais de 20 presentes e todos eram verdadeiros, quando deu meia-noite, todos pegaram os seus presentes e abriram, foi uma alegria sem tamanho, foi meu segundo Natal feliz.

Eu montei essa árvore até 2006, depois passei essa “honra” para a minha mãe. Como eu já estava na faculdade e pensando em melhorar nossas condições de moradia, eu me dediquei inteiramente aos estudos e ao desafio de encontrar um emprego que me desse segurança, não só para mudar a realidade da minha família,mas para manter essa segurança.

Então, meu desafio de Natal passou a ser outro, não era mais montar a árvore ou ter presentes, agora a minha árvore precisava de um lar de verdade, de uma casa onde a segurança, o conforto e a paz reinassem. E de 2007 até 2013 eu lutei, lutei e lutei…até que em 2014 consegui me mudar para o que hoje eu consigo chamar de “Lar doce Lar” e não só montamos a árvore e trocamos presentes de verdade, mas decoramos a casa inteira com bonecos, luzes, guirlanda…até meia de Natal nas portas a gente colocou!

O Papai Noel sempre foi o elemento mais importante do Natal de quase todas as pessoas, mas o meu Natal e sempre esteve presente nos meus Natais. Mas a protagonista sempre foi: a árvore de Natal. E em 2014 eu, enfim, consegui ter o MEU PRIMEIRO NATAL DE VERDADE! O tão esperado nascimento aconteceu e a tão esperada energia natalina chegou no meu lar! #PapaiNoelExiste #PresenteDeNatalExiste #OEspíritoNatalinoExiste #ÁrvoreDENatalExiste

PapaiNoel

 

Por Cinthia Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s