Panis Et Circenses – Marisa Monte

Publicado: 21/06/2008 por Cinthia Almeida em Muito além da música
Tags:

Esta música fala, de uma forma sutil, sobre a cegueira social. Indicação do nosso leitor Camilo Gomes (camilo.gomes@hotmail.com) que expressa sua reflexão sobre a letra: A canção vai além da juventude, do impulso que anseia por liberdade, grita , questiona, contempla o largo “berço esplêndido” das pessoas da “sala de jantar”.

Panis Et Circenses – Marisa Monte

Composição: Caetano Veloso / Gilberto Gil

Laiê! Laiê! Laiê! Laiê!
Laiê! Laiê! Laiê! Laiê
Bom! Bom! Bom
Uhuhuuuuu! Uhuhuuuuu!
Bom! Bom! Bom
Uhuhuuuuu! Uhuhuuuuu!…

Eu quis cantar
Minha canção iluminada de sol
Soltei os panos
Sobre os mastros no ar
Soltei os tigres
E leões nos quintais
Mas as pessoas da sala de jantar
São ocupadas em nascer e morrer…

Mandei fazer
De puro aço luminoso punhal
Para matar o meu amor e matei
Às 5 horas na Avenida Central
Mas as pessoas da sala de jantar
São ocupadas em nascer e morrer..

Letra na íntegra Panis Et Circenses

Apresentação Marisa Monte 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s