Axé Music não é só “Rebolation” é cultura brasileira

Publicado: 05/03/2010 por Cinthia Almeida em Cultura
Tags:, , , , , , , , , , , , , , ,

07072009_olodum3

O carnaval de Salvador de 2010 não foi marcado apenas pelo o fenômeno “Rebolation”, o aniversário do Axé Music foi a grande comemoração, afinal, não é todo dia que um ritmo típico do Brasil completa 25 anos.

Existe certo preconceito com a dança, por conta dos seus movimentos sensuais, que fazem do corpo instrumento de uma linguagem universal, onde todo mundo pensa entender o que se quer.

Para aqueles que estão dispostos a se despir do preconceito e querem saber como surgiu o ritmo e o que ele representa para a cultura brasileira, O Cotidiano Paulista conta em poucas palavras, a origem e a história por trás da dança baiana.

Enquanto a grande mídia se preocupa mais em falar em grana, uma vez que o carnaval da Bahia bate recorde de faturamento a cada ano, o blog quer mostrar que além da dança, o axé representa a cultura baiana, herdada dos escravos africanos.

Primeiramente devemos explicar aqui dois termos que muitos acham ter o mesmo significado, o Axé e o Axé Music.

Os escravos deixaram sua marca registrada em diversos fatores como, religião, culinária, dialeto e na dança. A mistura da ginga da capoeira, com o som vindo dos tambores e a dança usada nos rituais religiosos, resulta no ritmo Axé, que é muito bem representado com os batuques dos tambores do Olodum e o suingue da Timbalada com suas batidas. Mas não são só eles, na Bahia existem vários outros grupos.

O Axé Music é diferente por conta da mistura com o merengue e o reggae, que deixam os movimentos do corpo mais sensuais, o ritmo passa a ser mais dançante e menos batucado. A guitarra e os outros instrumentos compõem esse ritmo que, misturado com as coreografias e as letras mais descontraídas, fazem do Axé Music o produto criado para colocar o Axé na indústria cultural.

O Axé é a herança deixada pelos escravos africanos, já o Axé Music surgiu com Luis Caldas e Cia, em 1985, que junto aos trios elétricos, fizeram do ritmo a marca da cultura baiana e brasileira, uma vez que só aqui no Brasil encontramos esse balanço e essa fissura por ficar dias brincando e dançando.

Não é a toa que uma cultura permanece viva por mais de 20 anos. O Axé é muito respeitado na Bahia, por trazer em suas letras hinos de lutas, o cotidiano dos baianos, a filosofia africana, que é base da cultura baiana, e muitas outras características que fazem do povo baiano um exemplo de luta pelo respeito as diferenças.

Veja as músicas que são chamadas Axé

Veja as músicas que são chamadas de Axé Music

Por Cinthia Almeida

About these ads
comentários
  1. [...] Quem Somos ← Axé Music não é só “Rebolation” é cultura brasileira [...]

  2. eveline disse:

    voce e gato de mais manda um convite para mim por favor

  3. eveline disse:

    voce e gato demais manda um convite para mim por favor

  4. ELYAN disse:

    Ñ GOSTEI DESSAS INFORMAÇOES… NA MINHA OPINIAO TINHA QUE TER AS LINGUAGENS USADAS PELAS PESSOAS

  5. Marco disse:

    O lixo produzido pelas gravadoras mostra claramente que o importante não é a riqueza harmônica, a qualidade, mas o lucro – somente o lucro interessa -, por esta razão o que tem sido produzido não deve ser chamado de música, mas manifestação popular (de péssima qualidade), principalmente: axé e todos os derivados. Quem gosta de música e bebeu na fonte mais pura sabe interpretar o que digo. Vive-se um momento de carência, talvez por isso engole-se essas porcarias. Soudoso, sou sim, pelo menos tenho gravado relíquias que quando ouço, sinto-me protegido dessa podridão toda. As produtoras parecem o caminhão de lixo, mas encarregados de espalhar, não de recolher. Esse caminhão recolhe das nossas casas Chico Buarque, João Bosco, Dorival, Zé Ramalho, Tunai, Nei Matogrosso, 14 Bis e tantos outros e deixando no lugar o lixo. Tudo isso sem nossa permissão. A única arma que temos é dizer NÃO! NÃO queremos receber lixo!

  6. daniela disse:

    na minha opiniao o axe deve ser muito respeitado pois e uma dança muita bonita e que mostra luta e dignidade sempre que apesar das derrotas devemos lutar sempre e o axe´eisso

  7. willyhana disse:

    e uma porcaria esse blog não diz case nada do axé

  8. brenda disse:

    esse site e uma porcaria falta bastante coisa eu pensei que era bom mais mi enganei bastante

  9. nena disse:

    axé muito massa

  10. clélia granger disse:

    as informações estão boas mas poderiam estar mais completas.

    • Cinthia Almeida disse:

      Oi Célia! Fizemos um resumo sobre o tema, até porque, ele é bem amplo. Mas colocamos links ao longo do texto para complementar a leitura!

      Obrigada pela sua visita e observação!
      Cotidiano Paulista

  11. JAI disse:

    LEGALLLLLLLLLLL

  12. JAI disse:

    TEM GENTE Q E BESTA, NEM TEM OQ COMENTAR FICA FALANDO MERDA, VAO CRESCER

  13. nathalya da silva disse:

    legal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s